Notícias

LIFE Habitat Lince Abutre instala ninhos artificiais para Abutre-preto

2013-03-15

Deste o início de 2012 e durante as últimas semanas o projeto LIFE - Natureza “Habitat Lince Abutre” instalou um total de 12 ninhos artificiais para abutre-preto na Herdade da Contenda, localizada no concelho de Moura e propriedade deste município, com vista a melhorar as condições para o estabelecimento e reprodução desta ave na região.

Com a construção deste conjunto de ninhos artificiais na Herdade da Contenda, efetuada pela equipa do Centro de Estudos da Avifauna Ibérica (CEAI) afeta ao projeto com a preciosa ajuda da equipa de sapadores desta herdade, são já 22 os ninhos para abutre-preto instalados pelo LIFE Habitat Lince Abutre na região de Moura, Mourão e Barrancos.

A medida agora implementada enquadra-se no Protocolo de Parceria recentemente estabelecido entre este projecto LIFE e a Herdade da Contenda, Empresa Municipal. Os ninhos artificiais instalados pelo projeto consistem numa estrutura metálica composta por um poste de suporte e por um cesto onde é colocado o material lenhoso que forma o ninho propriamente dito, que no seu conjunto são instalados em árvores localizadas em locais favoráveis à reprodução do abutre-preto. A utilização deste tipo de estruturas proporciona locais de reprodução adequados a esta ave e visa promover o estabelecimento de uma população reprodutora de abutre-preto na região de implementação do projeto.

Em conjunto com outras medidas de conservação atualmente em preparação e em colaboração com proprietários, agricultores e caçadores, o projecto LIFE Habitat Lince Abutre espera que num futuro próximo esta ave Criticamente em Perigo possa ter condições para voltar a reproduzir-se no sudeste de Portugal.

O projecto LIFE "Promoção do Habitat do Lince-ibérico e do Abutre-preto no Sudeste de Portugal" visa contribuir para a melhoria das condições de sobrevivência e reprodução do lince-ibérico e do abutre-preto, duas espécies Criticamente em Perigo e com importantes funções no ecossistema no Sudeste de Portugal, beneficiando ainda outras espécies ameaçadas de extinção. Este projecto é coordenado pela Liga para a Protecção da Natureza (LPN) e conta com a parceria de diversas instituições públicas e privadas, designadamente o Centro de Estudos da Avifauna Ibérica (CEAI), a Associação Nacional de Proprietários e Produtores de Caça (ANPC), a Associação dos Jovens Agricultores de Moura (AJAM), a Direção-Geral de Veterinária (DGV), o Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade (ICNB) e o Centro de Investigação e Intervenção Social (CIS / ISCTE-IUL). Com uma duração de 4 anos, entre Janeiro de 2010 e Dezembro de 2013, este projecto é co-financiado a 75% pelo Programa LIFE-Natureza da Comissão Europeia.


Outras Notícias

 



Newsletter

VIDEo

IBERLYNX